Como viajar com um chihuahua durante dias quentes

Truques e Dicas // Junho 2019
Pablo dentro da mochila transportadora em Lamego

No verão é quando gostamos mais de sair de casa e procurar aventuras ou passeios por aí. É também a altura do ano em que geralmente marcamos as nossas férias grandes por forma a fugir de casa e escritório e procurar a vitamina D.

Até agora a viagem mais quente que o Pablo fez foi até Lamego no ano passado. Chegámos perto da meia-noite à Casa da Real Companhia e marcavam quase 30º no carro. Apanhámos noites muito quentes, daquelas em que é difícil adormecer e em que o Pablo levou a noite a levantar-se para mudar de posição sempre com a língua de fora 😛

Sol a pique, Pablo às costas

Nestes dias costumamos andar com a nossa mochila especial que comprámos no site da Amazon. Trata-se de uma mochila super ventilada na qual o Pablo pode viajar às costas da dona nas horas de maior calor.

Pablo dentro da mochila transportadora em Caldaria de Lobios (Espanha), onde infelizmente os animais estão proibidos de entrar.
Pablo dentro da mochila transportadora em Caldaria de Lobios (Espanha), onde infelizmente os animais estão proibidos de entrar.

Isto porquê? Quando as temperaturas são muito altas (para o Pablo 30º já é bastante quente) os cães poderão fazer queimaduras nas patas devido ao calor. Se colocarmos a nossa mão no chão por breves segundos e se queimar, é muito provável que vá queimar as patas do cão também. Logo, nesses momentos prefiro levar o Pablo na mochila. Como se trata de um cão muito pequeno, não se torna cansativo; ele está sempre por perto; vê as vistas e ainda rouba uns sorrisos a quem passa por nós. Também dá muito jeito se quisermos entrar em algum lugar onde muitas vezes os animais ficam à porta. Por exemplo, graças à mochila, as guias do Museu do Traje em Viana do Castelo deixaram o Pablo entrar, dentro da mochila claro, e fazer todo o percurso do museu.

Água sempre por perto

Connosco anda sempre também uma garrafa de água e um bebedouro dobrável para as pausas refrescantes. É importante mantermo-nos hidratados e aos nossos amigos de quatro patas também! Se estivermos em caminhadas um bebedouro portátil e uma garrafa com água poderão “salvar vidas”.

Sombras à hora de maior calor

Às horas de maior calor o que o Pablo gosta mesmo é de estar à sombra. Se passar uma brisa, melhor! Se não for possível um mergulho numa bela praia ou piscina, o melhor mesmo é descansar as patinhas onde o sol não queime e claro, água sempre disponível. Portanto, passeios com as patinhas no chão, nos dias muito quentes só antes das 11h e depois das 17h.

Estas são as nossas regras de ouro durante viagens. Em casa é muito mais fácil fugir ao calor mas se forem cá dos nossos, passear é no verão! Divirtam-se por aí e cuidado com o sol!

  • Siga-nos no Youtube

Siga-nos no Instagram

My Pocket Dog My Pocket Dog My Pocket Dog My Pocket Dog My Pocket Dog My Pocket Dog My Pocket Dog My Pocket Dog